Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2010

Tudo Ao Mesmo Tempo Agora

Tenho muitos posts a fazer. Mas ESTE vale a pena fazer AGORA. Mesmo com tendinite. Mesmo com idéias para outras coisas borbulhando na cabeça.

Porque o amor é bem maior que tudo isso.

A oito anos, nove meses e 21 dias eu conheci algo grande, que mudou minha vida. Neste dia, minha tia ganhou um livro, que ela havia ouvido falar, e ela pediu de aniversário. Lhe deram os dois primeiros volumes de uma série, que na época tinha só até o quarto volume. E, mais ou menos no dia seguinte, ela se sentou comigo e começou a ler. Eu tinha apenas sete anos (um número curioso, levando em conta o número de livros na série e o quão importante este número é na saga toda) e não sabia ler muito bem (pelo menos não livros daquele jeito).

Como por magia, o nome Harry Potter, e tudo o que era relacionado a ele, se gravou em meu coração. Talvez como a cicatriz de trovão do garotinho, eu tenha uma marca permanente aqui dentro.

Eu me lembro de tudo o que senti quando li os primeiros capítulos com minha tia. Me lemb…

Opiniões Divergentes

Estou fazendo um post muito sério, o que acho que vai ser um certo disperdício porque ninguém lê este blog. Mas eu realmente não ligo.

Tudo começou quando eu estava no almoço e minha tia, mais uma vez, não permitiu que eu expressasse minha opinião. No caso era sobre Crepúsculo, coisa que ela é fã. Mas ela sempre é assim, qualquer opinião divergente da dela ela não quer nem escutar. Foi assim com Avatar também. O que é irônico, porque ela dava bronca em MIM dizendo que eu era assim.

Enfim. Eu gosto quando as pessoas são daquele tipo que ouvem você até o fim, escutam seus motivos para pensar daquela forma, e depois concordam ou não com você. Hoje no almoço, eu ia dizer que um escritor não escreve sobre o que não conhece. E ela não me escutou. "É ficção, ela fala o que quer". PORRA, mas e daí?

Um engenheiro não vai construir um prédio se ele se especializou em pontes.

Depois disso, eu faço a besteira de ir no Twitter e ver nos trending topics as pessoas falando (NO MUNDO) do Felipe…

Pequeno Desabafo

Eu ia por isso no mesmo post ali encima, mas decidi que isso deveria ficar separado. É curtinho (milagre!), só um pequeno comentário.

Fui no Youtube e assisti o vídeo do Felipe Neto, "Fiukar". Ele falou sobre os ídolos que se aproveitam dos fãs idiotas. Eu desabafei um pouco no Twitter, e disse exatamente isso:

"Sabe. Eu concordo com o vídeo do Fiukar. Mas será que ele já pensou que talvez alguns artistas são mesmo gratos pelos fãs? Não estou dizendo que os meus ídolos são ou não como os que ele diz no vídeo. Tô falando de outra coisa. A um tempo atrás eu postei a minha primeira fic. E eu fiquei tão feliz por ter gente no mundo que gostou, admirou e gostou mesmo daquilo... E dai eu fiquei eternamente grata por aquelas pessoas estarem ali comigo vendo post por post. E eu fiquei amiga delas. Eu GOSTO destas pessoas do fundo do meu coração porque elas partilharam comigo um dos momentos mais importantes da minha vida. E se esses caras (sendo quem forem, tendo talento ou não)…

Brilha-brilha, Estrelinha...

Estava completamente sem o que falar, até que vi a imagem abaixo, e juntei com as minhas músicas e agora vou tentar falar alguma coisa ali embaixo. Pode ser que saia uma história ou não.



É um tanto assustador. Olhar para o céu e ver aqueles pontinhos brancos com uma bolona branca que chamamos de Lua. Mas isso não é assustador. O assustador é pensar em como aquilo é nada perto do resto todo. Existe uma infinidade de luzinhas como aquela por aí. E nós nem temos capacidade de imaginá-las, porque nosso cérebro não consegue isso ainda.

Já me peguei pensando em como seria viajar por todas essas luzes, visitá-las, conhecê-las, ver como elas são de verdade. Porque elas se mostram imponentes ali em cima. Afinal, elas iluminam.

Mas será que elas são só bolas de fogo que ficam ali pegando fogo? Ou será que elas são moças bonitas nos observando curiosamente? Será que são os espíritos de todos os que partem daqui? Será que elas são tímidas, ou solitárias, ou vivem em uma festa no céu?

E se elas fossem…

Longo Mas Nem Tão Tenebroso Inverno

Viajar é bom. Faz com que você conheça lugares novos ou visite lugares já conhecidos. Mas, o melhor nas viagens, mesmo em lugares já conhecidos, é que você sempre irá ver algo diferente e ter sensações diferentes.

Estamos em pleno inverno, férias, momento do friozinho gostoso e matar saudades. A muito tempo as férias são, para mim, o momento de ver amigos e familiares que não vejo frequentemente (além dos que convivo todo dia). Essas férias não foram diferentes. Bom, na verdade foram porque tenho que estudar (fiquei de recuperação e as provas são em Agosto), mas fora isso...

Estou agora em Extrema, sul de Minas Gerais, sentada na cama , 23:32h da noite do dia 14 de julho, escrevendo, no caderno velho que estou usando para estudar com meu pai (por isso eu fui pra São Paulo e depois fui carregada pra Extrema), um pequeno relato do que passei na minha viajem e que provavelmente será postado no meu blog (que deve ser onde você esta lendo isso agora). Se você está acostumado(a) a ler o que e…