Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2011

Hoje é o Seu Dia, Que Dia Mais Feliz!

Muita gente critica festas de crianças. Pessoalmente, acho que há mais para se elogiar do que para se criticar. Veja bem, quem não gosta de uma boa e velha bolinha de queijo? Tudo bem, velha talvez não (sabe, porque comer coisa mofada não é bom, confie em mim), mas ela é boa, muito boa. Festa de criança sempre tem essas comidas gostosas e elas fazem valer a pena.

Sempre que a festa é em buffet tem um determinado brinquedo legal que adulto pode ir. E aí é a hora de todo mundo que já passou da idade se juntar e usar o brinquedo, gritando e fazendo a maior bagunça. Um desses é o "la bamba", um hit da atualidade, um disco com cadeiras onde as pessoas sentam e ficam girando repetidamente. Acredite, é divertido. Claro que, criança ou adulto, alguém sempre tenta surfar e é aí que vemos uma criatura rolando pelo chão do brinquedo enquanto um monte de outras criaturas riem da cara do pobre coitado. Pois é.

E, pra finalizar, os doces. Ah, esperar as quatro horas, o parabéns com direit…

Mulher-Foguete

A música soava nostálgica. Pessoas sentadas em fileiras, acomodadas. Não sentiam frio nem calor, não sentiam solidão mas tampouco tinham companhia. Ela tinha o sol no rosto, os fones nos ouvidos e o coração na cidade logo ali, abaixo deles.

Fazia tanto tempo. Anos. Fora embora para uma luta sem sentido e deixara a menorzinha, tão pequena e frágil, com o pai e os avós. Disse ao mais velho que tomasse conta dela, mesmo sabendo que ele era muito novo para tal responsabilidade. Imaginou-os crescendo com uma foto e um aperto no coração que dizia que estavam bem.

Lutou todos aqueles cinco anos com garra e vontade. Viu homens e mulheres sofrendo, viu sangue, viu desordem. A morte a seguia como uma sombra. Não era bem-vinda, mas era recebida constantemente no alojamento ou em qualquer outro lugar em que estivessem.