Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2011

A Seita

Uma garota sentou-se no chão de uma bela sala de piso de madeira e com aspecto de que não era aberta a muito tempo. Tinha um ursinho e escolhia fotos. Pendurou um grosso fio no cômodo, atravessando-o. Parecia inocente olhando as impressões em papel e tinta que mais tarde se tornariam parte de um ritual.

Vestiam capas pretas escondendo-lhes os rostos. Eram quatro e formavam (como podiam) um círculo. A sala era um octógono, com três grandes janelas no lado oposto à porta. O sol do lado de fora se preparava para descansar e as árvores aproveitavam os últimos minutos na sua companhia.

Muitas velas estavam acesas e espalhadas no chão e havia espécie de varal (um fio resistente) que cruzava o cômodo. Uma das figuras de preto colocou uma música famosa do rock dos anos setenta ou oitenta. Eles começaram a bater o ritmo (tum tum tá) com os pés e mãos, cada vez mais forte. Cantavam. Então a música acabou e veio outra.

Misturava o canto de coral com ritmos medievais e pop. A letra era em latim …

Desbravadores

Lugar nenhum, todos os dias

Caro amigo perdido,

Você sabia que estou me redescobrindo? É, pois é. Tanto tempo desapegada e despreocupada com o que valia realmente a pena e que esteve no meu passado, agora tudo está mudado. Fiquei tempos sem ouvir aquelas músicas e ler aqueles livros. Gastei esse tempo me preocupando com coisas e pessoas que não deviam ser tão preocupantes. Me ocupei com inutilidades.

Fugi de coisas que me faziam bem, apesar dos apesares, e me foquei em coisas que me irritavam e me faziam querer socar a parede de propósito e quebrar a mão. E sabe o que aproveito desse tempo? Muita coisa.

Sim, muita coisa. Não me arrependo. Me trouxe boas memórias de risadas e tombos e lanches e outras tantas coisas. E também me ensinaram lições importantíssimas, sobre manter a calma, sobre pensar duas ou três vezes e sobre o verdadeiro valor das coisas.

Mas a coisa mais importante que aprendi é que algumas pessoas são o que são e você só deve aguentar a sua existência exatamente como …