Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2011

Outro Estranho na Janela

Leia a primeira parte dessa história: Um Estranho Na Janela
Texto para a oficina criativa do colégio, inspirado na imagem de uma edição do Bloínquês que não consegui participar porque não consegui escrever o texto a tempo.
Dedicado aos Chapeleiros e Alices do mundo.
O sol dourado de outono brilhava a meio caminho do chão. A moça sentava-se em uma telha mais macia, no telhado de sua casa. Usava um vestido confortável e tinha os pés descalços. Largou o pequeno livro amarelo que lia no peitoril da janela e viu as árvores se espreguiçarem.

Nas casas ao redor, cachorros latiam para os donos que chegavam mais cedo. Crianças vinham sorrindo da escola. Um dia comum e pacato.

Alice gostava de sentar-se no telhado desde a noite em que seu irmão disse ter visto Papai Noel na janela. Fora tão surpreendente ouvir Felipe dizendo aquilo, já que ele costumava ser tão chato e estraga-prazeres, que seu passatempo virou sentar-se no telhado e esperá-lo.

Mas um dia todos crescem e Alice parou de acredit…

Sem Graça

Sou mó fã do CQC. São caras inteligentes de verdade, pra começar. Hoje em dia, humor inteligente é difícil (se levarmos em consideração que Pânico é o que mais vende e Zorra Total ainda não acabou, e nisso TODOS concordam). E daí vem um deles e dá uma de… de… nojento (você sabe bem que eu queria dizer outra coisa) e faz uma piada de mal gosto.
SIM, meus amigos, o Rafinha FEZ uma piada de mau gosto. Até eu que sou fã sei que ele faz muito isso. Mas por que, raios, SÓ AGORA que foram tomar uma atitude?
Um motivo é que ele vende (agora que foi afastado a empresa dona do formato do CQC foi reclamar querendo ele de volta). O outro motivo é que a insultada, dizem por aí, tem uns contatos lá dentro.
Então, senhoras e senhores, me vejomais uma vez de cara com uma verdade dolorosa: vivemos em meio à um monte de hipócritas. Porque, veja bem, se o cara fosse mesmo um problema, já o teriam resolvido antes e, sendo que muita gente sempre achou ele um problema, só agora metade quer ele fora porque ins…

Leite com Vodka

Sua bebida favorita sempre foi leite. Aquele líquido branco e um pouco denso, que bebês adoram. Bebia com tudo: chocolate, morango, groselha... Era um bebedor. Seus lanches não eram feitos sem leite. E se não o bebia, misturava em algum outro ingrediente. Sucrilhos, frutas batidas. Nutritivo da cabeça aos pés. O alimentava por dentro e ele consumia com orgulho.

Então cresceu. Você sabe, quando crescem eles mudam os interesses. Não mais desenhava os programas que via. Agora via apenas a parede do quarto e festas banhadas a vodka. Ah, a vodka. Virou sua bebida preferida, com toda certeza. Aquele cheiro forte no líquido transparente, que jovens usam para se mostrar descolados. Bebia com tudo: frutas batidas, sucos, refrigerantes, sem nada. Virava uma dose e outra. Descolado da cabeça aos pés, na moda, inteiramente parte do grupo.

Mas a vida não era só Leite ou Vodka. Pelo menos não mais. Foi em mais um dia de Vodka que a encontrou. Ela lhe sorriu e ele se aproximou. Parece que foi à …