Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2012

Palavras No Bolso

Minha cabeça, 15 de Fevereiro de 2012

Mundo,

Por onde começar?

Talvez por quando comecei a viver aqui nessa cidade... se for assim, seria mais fácil dizer que comecei a viver, simplesmente. Estou aqui desde sempre.

Talvez eu possa começar pelos meus primeiros sonhos. Via em minha vida pessoas superpoderosas, princesas, príncipes, magos, dragões, duendes, fadas... Mas via à minha frente, no meu futuro, algo muito mais real. Sempre me vi fazendo coisas pelo mundo e deixando minha marca.

Dizia que seria escritora.

Os anos passaram e outras ideias vieram. Mas, ainda criança, já tinha um livro. Oh, sim, uma história emocionante do Hamster que foge de seu pet shop e depois luta com outro Hamster maligno.

A mente das crianças é uma coisa fantástica! Por isso sempre tento retomar o que sonhava naquela época.

E então a vida me mostrou que, sim, eu deveria escrever. Mas por onde começar?

Hoje me sento aqui nesta mesa, esperando a água esquentar e o café coar. O cheiro vem até mim em ondas que …

Matadora

- Alô? - Está com tudo pronto?
- Se está se referindo à missão que me foi dada, sim, está tudo pronto.

Colocou a bala; engatilhou. Segurava o telefone entre o queixo e o ombro. Usava lingerie preta e sentava-se em uma suntuosa cama.

- O plano?
- É desnecessário que o conheça - respondeu e desligou o telefone.

A arma sob o travesseiro.
O sorriso sedutor montado perfeitamente no rosto.
Esperava seu alvo.

O homem entrou no cômodo com ar altivo. Entraria em seu papel agora, com voz sedutora. Ele se aproxima e a tem em seus braços. Estão na cama, e sua mão está muito perto do travesseiro... da arma.

Algo gelado encosta na têmpora do mercenário. Um sorriso sutil surge nos lábios da matadora.

- Mandaram isso para você.

Ela puxa o gatilho. Algo explode. Ela está coberta de sangue.

Ele está morto.


Texto pro Bloinquês que não consegui mandar a tempo.