Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2012

Avareza

Espreguiçava-se preguiçosamente sobre sua maré de dinheiro e levantava-se, toda manhã, pronta para negar qualquer coisa que lhe exigisse o desperdício de uma gota sequer de seu oceano imperial.

Alimentava-se de riqueza. Vestia-se de capital. Não comprava nem mesmo status ou objetos que garantissem a aquisição dessa tal posição social. Negava esmola. Não compra para si, por que comprar para os outros?

Se perdia em suas posses e se reencontrava. Certa vez, Avareza precisou atender a porta e, ao negar mais uma vez um alimento, foi fadada a ser, eternamente, um pecado capital. "Maldita Consciência", praguejava.




Texto escrito nas reuniões da Oficina Criativa do colégio.

Desafio Skoob

Olha que coisa linda, me indicaram para esse desafio/tag/meme do Skoob! O blog que me indicou foi o Quase Clichê, da Camilla, e a brincadeira consiste em eu respondendo catorze perguntas sobre meu Skoob e indicar mais dois blogs. Indico a Rayanne do Menina das Palavras e A Ana Beatriz do Na Parede do Quarto para fazerem também.

Enfim, vamos lá...

1- Quantos livros você tem na aba LIDO no seu Skoob?
105, mas pelo andar da carruagem ainda essa noite o número vai pra 106. Durante as férias pretendo ler tantos que, vixe!

2- Qual livro você está lendo?
Bom, nesse exato momento, "A Garota Americana", de Meg Cabot.
Na aba "Lendo" eu tenho: "O Diabo Veste Prada" (Lauren Weisberger), "Épico" (Conor Kostick), "Senhor dos Anéis" (J.R.R. Tolkien), "Pollyanna" (Eleanor H. Porter), "Jogos Vorazes" (Suzanne Collins - esse eu vou ter que começar de novo), "Morfemas do Português" (Valter Kehdi) e, por fim, "Introdução …

Porque Parei Com a Narrativa Disney

Isso aqui não é um post, é uma explicação, certo? Pois é... Enfim, eu tinha que fazer minhas provas e trabalhos e começou a não dar mais tempo de dividir o estudo com os meus enormes posts. Isso valeu a pena, até agora minhas notas estão ótimas.

De qualquer forma, uma hora dessas eu posto mais. Não vou mais fazer diário, farei quando der na telha. Isso se os leitores quiserem mesmo, vai que né... Enfim, só isso. Obrigada por ser meu leitor!

Dia Cinco: Hollywood Studios

Dia 17 de setembro era uma segunda-feira e teríamos hora mágica até a meia-noite novamente, dessa vez no Hollywood Studios. Lá fomos nós pegar o ônibus para o parque. Eu estava muito animada para ir em brinquedos como o simulador do Star Wars e o Hollywood Tower of Terror. Não vou listar o resto se não eu vou falar o parque todo.

Chegando lá eu fiquei babando na situação de como eu parecia estar em um estúdio mesmo; era lindo. Mais lindo ainda era o chapéu de feiticeiro do Mickey, gigantesco (o símbolo do parque). Fomos direto assistir o show do Indiana Jones, que é muito legal (oi, coisas explodem na sua cara!), e depois fomos no simulador do Star Wars... Me deu um negócio ver o R2 e o C3PO ali na fila, sabe? E o brinquedo é fantástico, quando eu digo que você realmente acha que está fazendo uma viagem espacial e entrando em dobra (ok, entrar em dobra é coisa de Star Trek, mas não lembro como eles falam no Wars) e tudo o mais. O mais legal é que cada vez que você vai no brinquedo a …

Dia Quatro: Magic Kingdom

Esse texto está realmente grande, prepare-se.

Dois meses atrás estávamos em um domingo e eu acordava animadíssima para ir ao Magic Kingdom. Pois é, caros leitores: "O" parque da Disney, o clássico. E pegamos um dia que, com as nossas horas mágicas (quem fica em hotel da Disney tem direito, em alguns dias, a horas a mais no parque) poderíamos ficar lá até meia-noite. Exatamente. Aliás, acabo de perceber que icônico a brincadeira no parque acabar a meia-noite, assim como o baile da Cinderela, e o parque em questão ser exatamente o que tem o castelo dela. Enfim, vamos ao ponto:

Chegamos no parque. Eu tava pirando, vendo aquela entrada toda com abóboras de Halloween. A rua principal é a coisa mais linda e quando chegamos vimos um grupo de dançarinos se apresentando e tudo o mais (esses mini shows que acontecem do nada lá são muito legais!) e quando eu paço a pracinha e olho pra frente... O castelo. Nem sei como falar... na hora eu só fiquei meio em choque... agora, lembrando, m…

Dia Três: Walmart e Downtown Disney

Dia 15... de Setembro, sábado.

A dois meses atrás, na hora que estou escrevendo isso, contando o fuso-horário, eu estava me arrumando, ou tomando café ou pegando o táxi. Alguma coisa assim.

Nosso café da manhã nesse dia foi o resto da pizza da noite anterior. Estive refletindo sobre o assunto e, sim, nós jantamos uma pizza enorme e linda e sobrou mais um monte para o café da manhã (e foi o que comi). A pizza americana não é tão boa quanto a nossa, mas também não é ruim. É aceitável, digamos assim. Apesar de que em certo ponto da viagem eu já não aguentava mais olhar pra dita cuja.

Só que eu adoraria olhá-la agora, afinal, significaria que estou lá, entende? Ok, prometo que parei.

Enfim, pegamos um táxi na porta do hotel. Vou falar um pouco do hotel, já que não tem muito o que ficar falando do Walmart. Tinha uma sala "Arcade", mas acabamos nem entrando nela porque não deu tempo, no mesmo corredor que (uma das) a entrada do "restaurante" e também a loja (uma miniatura…

Dia Dois: Animal Kingdom e meio-Walmart

Aí, finalmente, estamos no dia 14 de Setembro, sexta-feira.

O despertador tocou e eu acordei correndo, super animada. Nos arrumamos e fomos tomar café. Achávamos que já era tipo 9h da manhã, que tínhamos perdido a hora mágica e que íamos chegar super tarde no hotel. Enfim, comemos um croissaint lindo. Depois compraríamos a caneca, naquele momento compramos o café individual mesmo.

O restaurante/lanchonete/como queira do hotel é a coisa mais linda! Não tenho fotos, exatamente, tenho filmagem e não estou achando (acho que ainda não passei pro pc) pra tirar print, então tenha uma levíssima ideia aqui clicando em "dining". O mais legal era bebida à vontade (pra quem tinha a caneca, se não me engano compramos a nossa quando voltamos do parque ou do Walmart) na "ilha" no meio do salão, sério.

Depois fomos para o ponto e pegamos o ônibus para o parque. Os ônibus da Disney são lindos. Têm ar condicionado, suspensão a ar, os bancos ficam de frente um para o outro, como duas …

Dia Um: Avião e Chegada no Hotel

Vou fazer uma postagem diária, a partir de hoje, contando o que estava fazendo em Orlando dois meses atrás. Gostaria de ter falado da minha viagem antes, mas voltei para uma semana sofrida de provas e depois milhões de trabalhos, então não rolou. Bom, vamos lá...

Hoje, dia 13, faz dois meses da viagem de avião, que foi OK, lotada de crianças (tinha uma menininha que quando viu as árvores de Orlando de lá do alto começou a berrar que era um monte de brócolis), tinham coisas que eu podia comer (tipo uma pizza muito boa) e teve pouca turbulência. Eu assisti "A Princesa e o Sapo" quase dormindo (porque dormi pouquíssimo aquela noite e meio que pouco no ônibus).

Inclusive, no ônibus que nos levou até o aeroporto tinha uma mulher que não calava a boca e a gente queria dormir e não conseguia. E tive a sensação mais bizarra da minha vida: depois de desligar o Skype com minha tia (sim, o ônibus tinha wi-fi, muito lindo isso), metade da minha conversa com ela se apagou da minha mente, …

Esse Hiatus Que Me Segue...

Pois é, galera invisível (invisível mesmo porque visitam visitam visitam mas ninguém comenta nada, são todos silenciosos), aqui estou eu em um dos maiores hiatus (palavra normalmente utilizada no mundo das fanfics que expressa um período grande sem postagens do autor) da história deste blog. E por quê? É elementar, meu caro leitor: faculdade.

Oh, sim, eu amo Letras. Cada dia que passa amo mais, me descubro mais, me completo mais e conheço mais. O problema é que quando me diziam "você vai ler bastante, como você gosta de ler vai ser ótimo" e "você gosta de escrever, vai fazer isso muito lá" eu inocentemente falava "ah, sim, eu sei, será lindo mesmo". NÃO é lindo. É exaustivo. Eu tenho que ler e escrever muito mais do que imaginava, não em quantidade, talvez, mas em conteúdo. É muita teoria, muita coisa louca que ninguém que não tenha lido também poderia entender.

Daí toda essa tonelada de coisas para escrever suga tudo o que tenho de energia para escrever.…