Pular para o conteúdo principal

Desafio Skoob


Olha que coisa linda, me indicaram para esse desafio/tag/meme do Skoob! O blog que me indicou foi o Quase Clichê, da Camilla, e a brincadeira consiste em eu respondendo catorze perguntas sobre meu Skoob e indicar mais dois blogs. Indico a Rayanne do Menina das Palavras e A Ana Beatriz do Na Parede do Quarto para fazerem também.

Enfim, vamos lá...

1- Quantos livros você tem na aba LIDO no seu Skoob?
105, mas pelo andar da carruagem ainda essa noite o número vai pra 106. Durante as férias pretendo ler tantos que, vixe!

2- Qual livro você está lendo?
Bom, nesse exato momento, "A Garota Americana", de Meg Cabot.
Na aba "Lendo" eu tenho: "O Diabo Veste Prada" (Lauren Weisberger), "Épico" (Conor Kostick), "Senhor dos Anéis" (J.R.R. Tolkien), "Pollyanna" (Eleanor H. Porter), "Jogos Vorazes" (Suzanne Collins - esse eu vou ter que começar de novo), "Morfemas do Português" (Valter Kehdi) e, por fim, "Introdução à Linguística II" (organizado por José Luiz Fiorin).

3- Quantos livros você tem na aba VOU LER?
159, o que não é nada porque falta noventa-e-muitos-porcento só dos livros que tenho em casa que ainda não li.


4- Você está relendo algum livro no momento?
Não, mas reli recentemente "Eu Sou o Mensageiro", de Markus Zusak (maravilhoso, vale muito a pena)

5- Quantos livros já abandonou? Quais são eles?
Quatro: "Ataque do comando P.Q.", de Moacyr Scliar (apesar de adorar o autor a história era chatíssima e eu era muito criança); "A Cidade e as Serra", Eça de Queirós (sei que é clássico e que terei que ler, mas na época não rolou); "Hamlet" de Shakespeare em uma versão em prosa muito tosca, então quando nas férias eu for ler a versão original eu provavelmente gostarei e terminarei; "O Destino de Harry Potter" (Ivan Finotti, Juliana Calderari), porque eu li o último livro antes de terminar e porque era muito criança e cai na retardância de comprar um livro relativamente inútil como esse.

6- Quantas resenhas você tem cadastradas no Skoob?
Três, mas pretendo aumentar o número.

7- Quantos livros avaliados você tem na sua lista?
110, não sei como, devo ter avaliado algo sem querer ou algo que li um pedaço e deixei pra ler depois (e que agora está em "vou ler").

8- Na sua aba FAVORITOS, quantos livros você tem registrados?
32, talvez cresça em breve. 

9- Quantos livros você tem na aba TENHO?
157, poucos desses não são MEUS mesmo (seriam do resto do povo aqui em casa, mas como são da minha casa considero meus).

10- Quantos livros você tem na aba DESEJADOS?
93, mas isso é uma coisa que sempre cresce.

11- Quantos livros emprestados no momento? Quais?
Um, não registrado no Skoob (o que me lembra que posso ir lá registrar agora): "Contos Brasileiros 2", da série "Para Gostar de Ler".

12- Você quer trocar algum livro? Qual?
Nuncaaa! (hehehe)

13- Na aba META quantos livros você tem marcados? Cumpriu essa meta?
22, li cinco e estou terminando o sexto... Foi difícil ler por causa da faculdade, os lidos acho que são basicamente da faculdade mesmo.

14- Qual seu número no paginômetro?
25.535, um bom número, cheio de cincos (e, tipo, dois mais três é cinco... ok, não liga pra mim)

15- Qual o link do seu perfil no Skoob?

Comentários

Postagens mais visitadas

Chá de cadeira

Se não quer tomar um, não leia. Eu falei pacas kk
Já ouviu essa expressão, chá de cadeira? É quando você fica muito tempo sentado esperando alguma coisa. Pois é. Ontem experimentei as delícias (ou não) de um chá de cadeira.
Guarda isso na cabeçinha. Arquivou? Beleza, vamos continuar.
Sabe quando você assiste aquele filme ou série de médico (tipo House, haha, amo) e você pensa "cara, como será que é trabalhar aí?!". Não digo na série filme, digo no hospital. Eu já pensei muito isso. Seria bem legal experimentar um corre-corre de hospital, ver como é um corpo humano DE VERDADE, sem esquemas em livros, ver médicos, ter os conhecimentos de médicos... seria tudo! Mas medicina não é pra mim, sabe, é tenso ter a vida de uma pessoa nas suas mãos. Muita responsabilidade.
Agora, lembra do que você tinha arquivado, do chá de cadeira? Não lembra? Ok, lê o começo do post de novo pra lembrar. Lembrou? Ok, então vem comigo.
Ontem fui com minha mãe para o hospital porque ela não se sentia …

A Música da Estrada

Lá estava ele novamente na estrada, caminhando tranquilamente e olhando ao redor. Na mão a maleta com o seu melhor amigo e companheiro de profissão: o violão. Não era nada demais, não. A marca não era daquelas mais caras e já não era tão novo. Mas cuidava tão bem do dito cujo... Sentava-se e limpava-o, afinava-o, olhava com paixão. Era o filho dele, a mulher de sua vida, seu pai, seu irmão. Era o mundo em suas mãos, ao seu comando.

Espera... Eu disse que o violão estava ao seu comando? Ah, nem o músico sabia quem comandava o que ali. Quando começavam com uma nota e não paravam nunca mais, ele tinha bastante certeza de que era um trabalho no qual os dois pensavam juntos.

O músico mandava apenas no caminho, pois era ele que tinha as pernas. E, sendo assim, escolhia as platéias. Tive sorte de ser uma delas. Caminhava, apenas, disseminando seu dom. Ensinava uns aqui e outros ali. Nunca parava. Diziam a ele que iria explodir se continuasse assim. Mas era do que ele vivia e do que gostav…

Hoje é o Seu Dia, Que Dia Mais Feliz!

Muita gente critica festas de crianças. Pessoalmente, acho que há mais para se elogiar do que para se criticar. Veja bem, quem não gosta de uma boa e velha bolinha de queijo? Tudo bem, velha talvez não (sabe, porque comer coisa mofada não é bom, confie em mim), mas ela é boa, muito boa. Festa de criança sempre tem essas comidas gostosas e elas fazem valer a pena.

Sempre que a festa é em buffet tem um determinado brinquedo legal que adulto pode ir. E aí é a hora de todo mundo que já passou da idade se juntar e usar o brinquedo, gritando e fazendo a maior bagunça. Um desses é o "la bamba", um hit da atualidade, um disco com cadeiras onde as pessoas sentam e ficam girando repetidamente. Acredite, é divertido. Claro que, criança ou adulto, alguém sempre tenta surfar e é aí que vemos uma criatura rolando pelo chão do brinquedo enquanto um monte de outras criaturas riem da cara do pobre coitado. Pois é.

E, pra finalizar, os doces. Ah, esperar as quatro horas, o parabéns com direit…