Pular para o conteúdo principal

Dia Cinco: Hollywood Studios

Dia 17 de setembro era uma segunda-feira e teríamos hora mágica até a meia-noite novamente, dessa vez no Hollywood Studios. Lá fomos nós pegar o ônibus para o parque. Eu estava muito animada para ir em brinquedos como o simulador do Star Wars e o Hollywood Tower of Terror. Não vou listar o resto se não eu vou falar o parque todo.

Chegando lá eu fiquei babando na situação de como eu parecia estar em um estúdio mesmo; era lindo. Mais lindo ainda era o chapéu de feiticeiro do Mickey, gigantesco (o símbolo do parque). Fomos direto assistir o show do Indiana Jones, que é muito legal (oi, coisas explodem na sua cara!), e depois fomos no simulador do Star Wars... Me deu um negócio ver o R2 e o C3PO ali na fila, sabe? E o brinquedo é fantástico, quando eu digo que você realmente acha que está fazendo uma viagem espacial e entrando em dobra (ok, entrar em dobra é coisa de Star Trek, mas não lembro como eles falam no Wars) e tudo o mais. O mais legal é que cada vez que você vai no brinquedo a aventura é diferente!

Quando você sai do simulador você vai dar em, adivinha? Uma loja! Toda loja-saída-de-brinquedo é magnífica que aquela tinha coisas perfeitas demais para pessoas não-ricas como eu. Mas eu entrei na estação "monte o seu dróide" enquanto minha tia comprava o presente do meu priminho, e montei dois R2, um com orelha de Mickey e outro com orelha e chapéu de Pateta. Parece até que estava prevendo o futuro não é? (George Lucas vendeu Star Wars pra Disney, caso você não saiba).

Show que tinha na frente do brinquedo; as crianças se
inscrevem para lutar com o Vader; muita dó do cara vestido
de Vader, porque a roupa é preta e pesada e nesse dia tava
 um absurdo de calor.

Enfim, depois fomos andando pelas ruazinhas (eu me achei super fácil nos outros parques, mas esse tem tanta ruazinha que você sempre acha que falta alguma coisa). Passamos por um Pizza Planet (Sim!), mas não comemos nele. Sentamos para tomar algo e comer Pringles e depois chegamos na praça dos Muppets!



Sim, tem uma praça deles; é composta por uma fonte hilária (no meio a Miss Pig de estátua da liberdade) e o brinquedo - que é um show que mistura bonecos, filme 3D, atores e sensações (tipo água na sua cara, por exemplo) - com cara de estúdio. Ali perto também tinha um ponto de foto com o Phineas e o Ferb.

O show 3D dos Muppets é muito bom, adorei. Sério mesmo. E depois que saímos dele andamos pelas ruas que são apenas cenário mesmo, que também são fantásticas... Construíram casinhas e fizeram placas que dão profundidade como se a rua que construíram continuasse... Dá uma olhada:



Depois fomos no tour pelos estúdios: você vê uma cena com explosões e inundação, depois passa por uma exposição de itens de filmes Disney (usados no filme, eu vi por exemplo as criaturas que viraram estátuas que ficam no castelo da feiticeira das Crônicas de Nárnia) e entramos em um carrinho... Vemos muita muita coisa legal, inclusive uma sala em que costuram as fantasias dos personagens e, na saída, vemos mais exposição de coisas de filme, dessa vez as fantasias... Tinham coisas maravilhosas lá, tipo o Alien.


Por falar em Alien, a réplica do Teatro Chinês é um brinquedo muito bacana em que você passa por cenas de filmes clássicos (consegui tirar uma foto do Cantando na Chuva!) e, no final, assiste em um telão com várias cenas de vários filmes que me arrepiou inteira. Uma das cenas com bonecos é do Alien, por isso lembrei de comentar.

Uma coisa legal nesse parque é a quantidade enorme de shows que acontecem do nada nas ruas, alguns de música e outros de humor. Também tem vários carros antigos e lindos espalhados por lá e, além disso tudo, você se sente o tempo todo na Califórnia e não na Flórida, por que parece que você está em Los Angeles. É por essas e por outras que falo pros meus amigos que foram viajar mais ou menos ao mesmo tempo que eu que eu fui para mais lugares que eles, a Disney imita o mundo todo, poxa!

Além desses shows, tem os pseudo-brinquedos que são shows, na verdade (por exemplo o da pequena sereia), e os shows mesmo com hora marcada, como o Fantasmic (que falarei depois) e o da Bela e a Fera.

Foi como assistir uma miniatura da Brodway, esse show da Bela e a Fera. Eu já vi o da Brodway versão brasileira, lá em São Paulo, quando era criança, então eu meio que posso falar. Foi muito lindo, mas não gostei que só tocaram "Tale as Old as Time" depois que a Fera se transformou em Príncipe, então perde todo o brilho da Fera... Porque, sim, eu gosto mais da Fera como Fera do que como humano, desculpe. Me disseram que não sou a única, então fico mais tranquila. De qualquer modo, o show é muito legal e eles tocam todas as músicas mais famosas e básicas do desenho.

Bom, fomos no elevador. Ele é muito, muito, muito legal. Eu pensava que ele fosse mais assustador, olhando do lado de fora você pensa "meu deus, como vou cair tudo isso?" mas é só uns três andares... repetidamente... Não sei o que é melhor: estar no elevador e ver o parque todo antes de cair de novo quando a janela abre (e quase se cegar, porque né, escuridão e depois luz forte do sol) ou estar lá embaixo, do lado de fora do brinquedo, e ver as pessoas caindo e berrando. É muito hilário mesmo. Ah, e a "sinistreza" dele é muito boa, e o clima que os funcionários montam ajuda bastante.

Enfim, quando eu resolvi ir na Rock 'n' Roller Coaster, a montanha-russa do Aerosmith, minha tia não me acompanhou, porque ela ainda não tinha se recuperado totalmente da tontura que ficou com a viagem de avião (pois é, nem comentei sobre isso). Então ir sozinha deixou tudo mais tenso. Pela montanha-russa ser dentro de um prédio eu nem imaginava que ela tinha loopings e outras coisas mais. Mas tudo bem. Enfim, a fila já era maravilhosa, porque você anda por uma exposição linda, primeiro de pôsteres de artistas como Queen e outros que vieram da Disney. Depois passamos por coisas do Aerosmith e por uma sala que tem os hologramas deles como se estivessem gravando uma música e então eles nos chamam para um passeio de limusine até o show deles... Então a montanha-russa é a sua ida ao show deles, o "trem" tem jeito de limusine esticada. Quando você senta, uma música (que a adrenalina não me deixou perceber qual era) deles toca nos seus ouvidos e você não ouve mais nada do mundo, nem as pessoas gritando. Daí a partida já é em alta velocidade, é muito tenso. Só que eu nem gritei muito, pra falar a verdade. É legal o "cenário", coisas em neon estilo LA.

Quando eu saí (comprei uma palheta na lojinha) minha tia disse que eu tava com cara de passada e que as pessoas estavam saindo tontas, ou com crianças chorando, todos descabelados... Pois é.

Bom, com tudo isso ainda tenho que falar da parada, do Fantasmic e da minha foto mais preciosa... Eu tirei a foto depois de ir pra parada e antes do Fantasmic, mas vou falar dela por último. Vou deixar pra falar da área da Pixar no post do repeteco, ok? Porque aí não tem essas três coisas muito importantes que preciso falar e que esticarão muito o post. Então, leia o post número onze para saber sobre a área Pixar.

A parada se chamava "Pixar Pals Countdown to Fun" e incluía todos os personagens Pixar lindos que podemos imaginar! Começava com a Mulher Elástica, o Gelado e o Sr. Incrível. Ah, eu sentei no chão bem pertinho do chapéu de feiticeiro do Mickey. Enfim, depois vinham o Flick e a Princesa Atta e um carro com o Chucrute. E tinha também o Slim e a Cigana!

Depois vinha o carro do Ratatouille e o Remy era muito lindo e super animado e eu pirei muito...

Daí vinha dos Monstros SA e o povo pirou com a Bu e o Sully e tudo o mais, era lindo lindo! E o Up!? O Carl tinha até a bengalinha fofa dele!!! Vou por fotos desses caras todos:





O melhor fica pro fim da parada: a turma do Toy Story; tinha Jesse, Cabeça de batata, Bala no Alvo, e no carro, além do urso rosa que eu esqueço o nome, tinha o Woody e o Buzz... Vocês não tem ideia, quando Woody apareceu o povo foi a loucura estilo... Beatles, sabe?


Enfim a parada foi linda demais. O povo do Toy Story me deixou comovida, mas não cheguei a chorar copiosamente como nas outras. Isso ficou para o Fantasmic. Não descreverei como ele é, deixarei o vídeo (não é meu, achei no youtube) aqui para que você veja com seus próprios olhos:


Posso dizer seguramente que essa foi a coisa mais linda e fantástica que vi na minha vida; Posso dizer que foi o que mais me fez chorar e mais me maravilhou e me arrepiou e mexeu comigo. É uma viagem pelo mundo que encantou minha infância. É tudo, é perfeito. Eu me acabei com a cena da Pocahontas e a entrada das outras princesas nos barquinhos logo em seguida. Só que isso nem se comparou ao final, quando o enorme barco branco aparece, dirigido pelo Mickey antigo e preto-e-branco (sim, exatamente como o ícone clássico da Disney, tinha até um canhão de luz nele fazendo a sombra no paredão de pedra), com tudo quanto é personagem lá dentro... Tinha até a Mégara! Eu chorei de soluçar em ver todos aqueles lindos e maravilhosos, vários dos personagens que animaram minha infância. E ai, no final, o Mickey terminando o show... Foi maravilhoso e, mais uma vez, todos no mundo deveriam ter a oportunidade de assistir a isso.

Pouco antes de ir ver o Fantasmic eu e minha tia entramos em um lugar e fomos andando até darmos de cara com o Mickey Feiticeiro tirando foto com todo mundo. Eu fiz ela entrar na fila comigo. Quando chegou a minha vez eu fiquei vermelha, com olhos úmidos, abri os braços pro Mickey e fiquei falando "Mickey, I love you!". Daí tiramos as duas foto com ele e daí ele me abraçou pra dar tchau e eu dei um beijinho nele e o cara que tirou foto para nós (o organizador de fila, não a fotógrafa mesmo) teve a felicidade de registrar o momento. O ratinho deu uma risadinha tímida e beijou a mão da minha tia para despedir-se dela e foi um momento mágico demais. Nem sei como descrever.

Voltar pro hotel foi triste, mas ao mesmo tempo foi bom porque estávamos exaustas e famintas. Minha tia foi deitar e eu fui buscar nossas pizzas individuais (e encher as canecas). É, povo, eu consegui levar duas pizzas e duas canecas cheias para o quarto sem deixar nada cair! Estou ficando equilibrada!

Dormi maravilhada e fico muito feliz em dizer que nessa noite, antes de escrever esse textão, eu sonhei com esse parque tudo de novo. É bom voltar para aquela casa novamente.


Comentários

Postagens mais visitadas

As Bolhas

Sigo uma filosofia de olhar todos como neutros. Cada dia, as pessoas são uma coisa. De vez em quando, bolhas de sabão. Outras vezes, são todos bonecos de papelão.
Não importa a figura do dia, todos são idênticos à minha frente.
Não os vejo assim porque penso em um mundo massificado onde todos são iguais, dominados e alienados. Nada disso. Mesmo porque, de qualquer forma, já vivemos mais ou menos assim.
Os vejo como bolhas de sabão porque sei que é o certo a se fazer. Enquanto não conhecer a pessoa, ela é uma bolha. Dentro há uma infinidade de curiosidades para se descobrir. Quando a bolha estoura descubro o nome e, depois, a pessoa em si. Como ela é, o que pensa, o que gosta.
E, ainda assim, mesmo depois de a bolha estourar, tenho em mente que todos fomos bolhas. Eu era a bolha dele, ele a minha, nós dois a sua.
Escolhi bolhas porque elas são simplesmente redondas, de sabão e ar, e flutuam por aí, iguais, livres. Mas todas têm um brilho especial ao sol e um quê de diversão... Quem não gost…

Selo de Qualidade

Meu primeiro selo, que me deram no dia seguinte do meu aniversário. Um baita presentão!

Por falar em meu aniversário, ele foi muito bom e a minha amiga me conseguiu "replys" (respostas) no twitter de três pessoas "famosas" que eu adoro muito, me desejando feliz aniversário. Um deles até disse meu nome mesmo, além do meu endereço (não sei como explicar essas coisas de um modo que os leigos em twitter que lêem esse blog possam entender, mas tudo bem).

De qualquer forma, o presente que ganhei, o selo de qualidade, é esse aqui embaixo e foi entregue pela Maiara, do blog Entrelinhas (muito obrigada, querida):


E com esse selo tenho que indicar 10 blogs (e avisar seus donos, claro) e falar 10 coisas sobre mim. Então vamos lá:

Os Blogs:

- http://cronicasdachica.blogspot.com/
- http://complexodecassandra.wordpress.com/
- http://antesdodiaterminar.blogspot.com/
- http://andersontomio.blogspot.com/
- http://denovomaisumavez.blogspot.com/
- http://anaclaraqs.blogspot.com/
- ht…

Então... Um Rosto na Multidão

Eu quero lutar. Você não vai me ver parar. Porque eu sei que o mundo precisa de mudanças e elas precisam começar de algum lugar, mesmo que seja por causas menores (ainda que não existam causas menores). Você não vai me ver desistir, você me verá batalhando.
Posso ser apenas mais um rosto na multidão, mas é exatamente isso que quero ser, porque é isso que uma multidão é: um monte de rostos, bravos, querendo algo mais. Então, venha ser mais um rosto na multidão ativista, e não na passiva. Seja mais uma voz gritando seus direitos.
Não é possível que você não se incomode. Mesmo que sua vida esteja boa, assim como a minha, que você possa estudar, ter seu emprego, ter sua comida, comprar suas coisas (não tudo o que você quer, mas uma coisa ou outra), não é possível que você olhe para o mundo em sua tv ou computador que você lutou para comprar e não sinta nada ao ver... ver como há pessoas que não tem comida e água e que estão doentes, ver pessoas na seca do sertão com o gado morrendo e cri…