Por que ter um hobbie faz bem para você?

Estive pensando nos últimos tempos: o momento do lazer é realmente crucial para manter sua saúde mental, e até física. Não é segredo para quem convive comigo, e tampouco para quem leu meu post do setembro amarelo, que estive lidando com depressão e ansiedade por um tempo. E hoje, muito melhor mas ainda na luta, começo a ver todos os benefícios de estar mantendo alguns hobbies no meu dia a dia.

Separar momentos do dia para simplesmente parar tudo, tirar a cabeça de tarefas e preocupações, e fazer algo simplesmente por gosto - ou até fazer absolutamente nada - relaxa a mente e a desacelera. Eu, pessoalmente, tento usar estas distrações em horários de almoço e à noite, perto da hora de dormir. Uma mente relaxada acaba conseguindo pensar melhor e produzir mais, posteriormente. Mas, o mais importante, fazer o que gosta dá, já está na própria frase, prazer. Serotonina, alô!

Perguntei para meus amigos alguns hobbies deles, além de pensar nos meus, e aqui vão umas ideias para você que nunca parou para pensar muito nisso, ou quer ter ideias de coisas novas para procurar praticar.

Artes

Desenhar, escrever, ler, artesanato, fotografia... Clássicos dos hobbies. São muito usados em tratamentos e muitas pessoas os alimentam. Por quê? O que minha humilde opinião, baseada em tudo o que li na vida sobre o assunto, tem a dizer é que eles são uma expressão do íntimo do indivíduo, ocupam a mente com detalhes e os conectam a outras visões da realidade. Estou mentindo? Então pegue um livro, assista um vídeo DYI, pegue sua câmera... crie, invente, sonhe!

E consumir arte também vale: além dos livros, como já citei, exitem muitos filmes e séries por aí ótimos para você assistir e comentar. A parte de comentar, inclusive, entra na socialização: melhor coisa é passar o tempo criando teorias sobre o que vai acontecer naquela série, não é?

Estudos

Algumas pessoas gostam de estudar. Eu, pessoalmente, amo estudar línguas e outras áreas do meu interesse (storytelling e gamificação, por exemplo). Algumas pessoas gostam de estudar história, outros curtem religião e espiritualidade, música ou até ciência. A ideia é a mesma: estudar faz o cérebro funcionar, o "tico e o teco" acordam. E a cada etapa de aprendizado, você sente aquele prazer em saber que agora você domina aquele assunto. Mais uma vez, serotonina!

Jogos

Este é um vencedor no meu quiz entre amigos. Eu amo jogos: em uma noite divertida com os amigos ou monta-los para jogar em sala de aula. Até nas festas de fim de ano também! E, dentre os que responderam minha enquete, três citaram jogos, em algum contexto. Você pode jogar jogos de tabuleiro, de cartas, videogames, RPG, o que for. Eu curto tudo isso. Jogos são grandes fontes de socialização e cada tipo de jogo faz você usar sua cabeça para uma coisa diferente: agilidade, raciocínio lógico, gerenciamento de recursos, criatividade... ufa! 

Atividades físicas

Treino funcional, academia, corrida, bicicleta, muay thai... Atividades físicas fazem bem para seu corpo, por motivos claros: queimam calorias, fortalecem músculos... E produzem serotonina, nossa amiga! Não importa o tipo de atividade que você escolher, o importante é fazer regularmente e se sentir feliz em fazê-la. Se você não gosta de Yoga (poxa!), vá fazer outra coisa que te deixe feliz. Se forçar a uma atividade que não gosta não vai adiantar muita coisa. Mas não fique parado!

Jardinagem

Nenhum amigo citou isso, mas é algo que em minha casa é muito forte e eu queria ter tempo de desenvolver este hábito. Cuidar de plantas é relaxante e muito bom para ansiedade e depressão. Fazem você produzir nossa velha amiga... pois é. Além disso, plantas fazem bem para o ambiente tanto decorativamente como para purificar o ar, por exemplo. Além disso, você pode ter ervas e uma hortinha, para usar em chás e temperos. Seria meu sonho?

Enfim... Estes são alguns hobbies que você pode pensar em alimentar. Eu gosto muito de restaurar fotos também, mas é algo que preciso treinar mais e colocar melhor na minha rotina. Quando faço coisas relacionadas a design e atenção a detalhes, minha cabeça vai longe e esvazia completamente. É quase como meditar, eu diria. E, ao ver o trabalho pronto, vem a sensação de satisfação. Hoje, busco manter estes momentos com frequência em meu dia a dia, pois percebi como é importante para a mente e no combate à depressão e ansiedade. Quando encontrar energia, faça! Você se manterá energizado e entrará neste ciclo de inspiração e felicidade: tudo o que queremos, não é mesmo?

Me conte: quais os seus hobbies? Você está realmente colocando eles em sua rotina ou sente que precisa dar mais atenção a eles - e a si? Quando percebeu isso? Fale nos comentários e compartilhe com seus companheiros de hobby!

Comente com o Facebook:

0 Comentários