Como estou mantendo o foco em minhas metas

Quando fiquei sem saber muito bem o que escrever a seguir, me sugeriram falar de desafios. Porque a vida não é só vitórias, temos os desafios do dia a dia. Eu completo isto que me disseram com: as vitórias só o são por virem de desafios.

Todos precisamos de vitórias, porque elas nos fazem sentir bem (a endorfina, talvez? Hehe), mas para tê-las precisamos encontrar desafios. A graça é não esperar um desafio caindo do céu: crie os seus próprios.

Seja por desenvolvimento pessoal, para melhorar a saúde mental e física ou para qualquer outra área da vida, criar metas e desafiar-se a cumpri-las é essencial.

Confesso que estou começando no assunto, mas já tenho algumas experiências para compartilhar e é por isso que estou falando isso aqui hoje. Acho muito bom saber o que outros fazem para manter a motivação em atingir seus objetivos.

O primeiro problema que tive em muitas metas minhas foi a questão da depressão que me atrasou um bocado (e a ansiedade me cobrando, então acontecia aquele loop eterno). Mas, assim que percebi que não me sentia bem minha meta número um foi cuidar de mim e é o que tenho feito, um passo de cada vez.

Identifique o problema

Se você não perceber o que quer mudar na sua vida, não vai saber o que fazer. No meu caso, queria fazer coisas que não conseguia ter energia para executar. Você pode querer perder peso ou ganhar músculo, pode querer escrever um livro, gravar um CD, mudar de emprego, ganhar um dinheiro extra, melhorar a saúde mental, ter mais lazer… não importa o que esteja te incomodando em seu dia a dia, o importante é perceber bem o que é.

Pense em soluções

Depois de entender o que te incomoda, você precisa, logicamente, pensar em formas para melhorar aquilo. Cansou do emprego? Busque formas alternativas de renda para, eventualmente, mudar. Ou, se não tiver meios de mudar de emprego, pense em estratégias para melhorar seu dia a dia lá - muitas vezes melhorando o seu bem estar e sua vida fora do trabalho, ele já melhora. Quer emagrecer? Estabeleça pequenas metas e vá atrás de cumpri-las. Precisa aprender algo novo? Veja como pode fazer isso.

No meu caso, fui cuidar da minha saúde mental e, por tabela, realizar meus outros objetivos. Fui a um médico, comecei lentamente a tentar uma coisa ou outra pequena, comemorei cada passo e, hoje, já estou em um nível completamente diferente. Hoje consigo ir escrever, como estou fazendo aqui, ou curtir um entretenimento, ou fazer marmita e ir à academia, mesmo que no caminho encontre obstáculos. Esta parte é importante: entender que você precisa dar um passo de cada vez, que vão haver obstáculos e que pequenas vitórias devem ser celebradas.

Um passo de cada vez

Se você quer aprender um novo idioma, como inglês, não tente falar como Shakespeare em um mês. Se quer caminhar todo dia, não vá num percurso de 10km de cara se não tem preparo. Eu sabia que não escreveria um livro depois de um mês tentando: precisaria começar com parágrafos. Eu queria fazer atividades físicas, mas não encontrava motivação. Eu sei que é bom pra saúde, mas ir até o treino que gosto é muito longe e não combina com minha agenda e o treino perto é entediante. Arrumei uma amiga para ir junto, até que hoje consigo ir sozinha (só preciso desenvolver a continuidade). Criar uma rede de amigos para apoiar seus objetivos é a melhor coisa.

Pequenas vitórias

Meu amigo ou amiga ou pessoa, se você não conseguia dar cinco pulos sem desmaiar e hoje dá dez, você é vitorioso! Celebre pequenas coisas, mesmo que os chatos e desagradáveis de plantão venham dizer que é pouco. Não é! Perceber que memorizou aquele vocabulário chato ou emagrecer 2kg já é um passo até o sucesso: um passo até seu grande objetivo. Percebe o que digo de pequenas metas?

Quando você comemora as vitórias você se reafirma: você consegue, é capaz e bora continuar. Sua motivação continua acesa. E se não der certo?

Vão haver obstáculos

Para terminar - por hoje - preciso te lembrar de algo importante e que tento diariamente lidar: a desmotivação por encontrar um obstáculo. Você decidiu que ia desenhar todo dia mas, naquele dia em específico, mil coisas apareceram e você capotou na cama sem ter conseguido fazer um boneco de palito? Relaxa! Amanhã você faz.

Tenho muito problema em lidar com os obstáculos. Se acontece algo que me toma o tempo que queria usar para me exercitar ou criar, fico bem chateada. E se não percebo a tempo de dizer para mim mesma que está ok, depois eu consigo, eu acumulo isso até que algo relativamente pequeno me deixa perturbada demais. Não entre nessa!

Se no meio do caminho tem uma pedra, chuta ela ou dá um pulo, mas não para e chora em cima dela não! Você acha que mantive várias semanas seguidas atualizando o blog, em comparação aquele hiato de anos, como?


Portanto, para se manter focado em seus objetivos tenha pequenas metas, comemore, compartilhe com os amigos e chute os obstáculos que aparecerem! Ninguém é perfeito e consegue isso tudo sempre, mas se o objetivo é conseguir, o que temos de fazer? Continuar, isso mesmo!

Se você gostaria de saber mais sobre criar e cuidar de objetivos e metas, deixa um comentário! E me conta como você lida com os seus objetivos e obstáculos! Ah, compartilha com aquele coleguinha que precisa de um incentivo!

Comente com o Facebook:

0 Comentários